Jeferson Pereira, de 29 anos, foi detido na última quarta-feira (08) em Del Castilho, na zona norte do Rio de Janeiro. O homem foi reconhecido como autor de um roubo através de uma foto tirada há 15 anos.

Pereira foi preso através de uma denúncia anônima, que informou que ele estava no shopping Nova América. Ele é suspeito de ter roubado um celular e R$ 5 em fevereiro de 2019, mas a família alega que Jeferson é inocente.

Celso Fernando da Silva, pai de Jeferson, revelou que, na ocasião do suposto roubo, o homem foi abordado por agentes do Méier Presente, que o informaram sobre um processo aberto contra ele. Pereira foi liberado após prestar esclarecimentos à polícia e o caso havia sido arquivado.

“Ele provou que não era ladrão e depois de dois anos ele está atrás das grades. Meu filho trabalha honestamente. Fizeram uma armadilha contra ele”, contou Celso, em entrevista ao Balanço Geral.

A única prova contra Jeferson é o reconhecimento feito pela vítima através de uma foto 3X4 tirada quando ele tinha 14 anos. Fernanda Pereira, irmã do homem, revelou que a a vítima do suposto roubo prestou queixa apenas 21 dias após o ocorrido.

Amigos e familiares de Jeferson se manifestaram com cartazes pedindo justiça para o rapaz e declararam que ele é vítima de uma “covardia” e de racismo.

Fonte: MSN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *