O Instituto de Assistência dos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo) lançou, em caráter experimental, o projeto Bebê Ipasgo, que prevê a inclusão do recém-nascido ao sistema do plano de assistência ainda na maternidade. Com a nova tecnologia, o bebê sai do hospital com seu próprio cartão de usuário Ipasgo, podendo realizar todos os procedimentos e exames médicos necessários sem carência.

A ação do Ipasgo integra o Projeto de Identificação Neonatal, uma iniciativa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), que pretende implantar a biometria neonatal no Estado de Goiás.

Após aderir ao projeto, o plano de assistência, em parceria com a SSP-GO, desenvolveu o Bebê Ipasgo que permitirá também a emissão da certidão de nascimento com CPF e verificação de reconhecimento biométrico junto de sua mãe antes de receberem alta na maternidade.

O projeto Bebê Ipasgo está em fase de implantação. O primeiro registro piloto aconteceu no dia 04 de junho, em Goiânia, no Hospital Da Mulher, com a coleta da biometria neonatal do recém-nascido Felipe.

O bebê foi incluído como dependente e os pais receberam o cartão de usuário do recém-nascido dois dias úteis após o nascimento. Quando se encerrar a fase de testes, o Bebê Ipasgo estará disponível a todas as gestantes usuárias do plano de assistência.

A captação de usuárias com o perfil de participação no projeto Bebê Ipasgo está sendo realizado pela Gerência de Ação Preventiva (Geprev) do Ipasgo. Segundo o presidente do órgão, Silvio Fernandes, o principal objetivo deste projeto é a garantia de segurança e acesso facilitado aos serviços de saúde. “Estamos fortalecendo os laços de acolhimento e realizando de forma integral o monitoramento da saúde do recém-nascido desde os seus primeiros dias de vida com ações preventivas e atendimento personalizado,” afirma.

Através da identificação por impressão digital serão evitados trocas, roubos, vendas, tráfico e adoções ilegais, garantindo maior segurança no processo de identificação dos recém-nascidos, bem como na base de identificação biométrica da Polícia Civil, o que aumentará a probabilidade de resoluções de inquéritos futuros.

Contato telefônico para interessados:
(62) 3238-2708

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *